Breaking News
Home / Aluguel / Destinação final de resíduos da construção civil

Destinação final de resíduos da construção civil

A destinação final de resíduos da construção civil precisa ser amplamente considerada – são procedimentos obrigatórios e importantes!

Vale salientar que a alvenaria pode ser responsável por aproximadamente 50% do volume total de resíduos que sejam provenientes de uma obra.

Já outros itens, como a madeira, podem gerar cerca de 30%, enquanto o gesso um percentual de 10%.

Cada um desses resíduos precisa ser orientado por um procedimento padrão e especifico e conhecer cada um deles é determinante para garantir o bem estar do planeta que vivemos!

Confira ao longo desse artigo informações valiosas e pertinentes a esse assunto e quais os cuidados premissas básicas que devem ser consideradas para o descarte final de resíduos da construção civil!

Destinação final de resíduos da construção civil – o que você precisa saber com relação a esse aspecto e garantir um processo adequado!

Obras de caráter residencial ou comercial que eventualmente precisem contar com processos de construção convencional podem gerar um grande acumulo de resíduos no final de todo o processo!

Esses processos convencionais referem-se aos que precisem contar com estruturas de concreto armado e que tenham associação à processos de vedações em alvenaria por meio de blocos de concreto ou até mesmo cerâmico.

Eles podem gerar resultados bem alarmantes no final das contas e muitos desconhecem esses resultados!

Para se ter uma ideia desse ponto preocupante, tais processos podem chegar a gerar de 0,10 até 0,15 m³ de um total de resíduos da construção civil – ou seja, RCC ,m² de uma área total construída!

Segundo alguns especialistas do assunto, aproximadamente 50% de todo esse volume pode ser composto por itens como alvenaria, argamassa, concreto e cerâmica.

Desse total, ainda há a madeira, totalizando uma média de 30%. Já outros itens, como o gesso e o papel (em conjunto com plásticos e metais) podem agregar respectivamente 10% e 7%.

Desse acumulo total, há ainda os resíduos classificados como sendo parte do grupo perigoso, bem como os que não são recicláveis e rejeitos – esse grupo representa um total de 3%.

Diante de todos esses pontos, é importante destacar que cada perfil de resíduo deve considerar um processo de descarte apropriado.

Isso ainda pode considerar processos de reciclagem ou reuso! Porém, é de suma importância ficar atento a diversos cuidados!

Qual o processo adequado para os chamados resíduos brutos?

Os resíduos brutos são aqueles que geral o maior acumulo, como alvenaria, concreto, argamassa e cerâmico.

Esses tais itens podem ser amplamente reutilizados em obras destinadas a reaterros, sempre levando em consideração as condições viáveis para tal.

Há inúmeras possibilidades para o destino desses resíduos e a decisão deverá estar atrelada aos seu processamento final!

O mais importante nesse caso é procurar realizar a identificação pertinente ao perfil de geração de resíduos.

A tecnologia adequada também precisa ser levada em conta, pois é necessário atender as premissas vigentes no mercado e as normas técnicas que sejam de fato aplicáveis!

Para saber como reconhecer tais oportunidades e ter uma orientação mais assertiva de todo o processo, é importante contar com empresas que sejam especializadas no segmento, com no caso da RAFA ENTULHOS.

O mesmo vale para o destino adequado da madeira, que também um padrão de reuso bastante versátil, podendo ser usada de forma diversificada.

Já os itens como papel, plástico e papelão podem ser destinados à cooperativas ou até mesmo empresas que realizem a comercialização desses itens posteriormente.

Como ficou evidente, destinação final de resíduos da construção civil exige atenção, estudo e conhecimento, e contar com uma empresa para compor esse processo pode ser uma excelente alternativa! Aproveite pra ler o conteúdo do artigo Locação de caçambas estacionárias para resíduos da construção civil.

 

 

 

 

About Admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *